Notícias

QUERCUS ALERTA QUE UM QUARTO DOS MUNICIPIOS NÃO TEM PLANO CONTRA INCÊNDIOS

Escrito por em 2017-08-22 13:04:34

QUERCUS ALERTA QUE UM QUARTO DOS MUNICIPIOS NÃO TEM PLANO CONTRA INCÊNDIOS

Mais de um quarto dos municípios não tem um plano municipal contra incêndios.

O alerta foi lançado esta semana pela associação ambientalista Quercus.

“A Quercus considera em comunicado muito preocupante que um quarto dos municípios de Portugal Continental não cumpra as suas obrigações no âmbito da legislação de defesa da floresta contra incêndios”.

A associação esclareceu que a existência desses planos implica “um planeamento e calendarização de acções de silvicultura preventiva”, designadamente limpezas, “com o objectivo de evitar que os fogos atinjam grandes proporções e o de proteger eficazmente pessoas e bens”.

De acordo com a Quercus, “na lista dos 72 municípios que não estão a cumprir a legislação estão alguns que este Verão ficaram bem conhecidos pelas piores razões, como Alijó, Fundão, Vila de Rei, Castanheira de Pêra e Pedrógão Grande”.

Ainda segundo a associação ambientalista, existem somente três distritos do continente nos quais 100% dos municípios têm o seu Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios em vigor e operacional: Viseu, Guarda e Portalegre.

“A legislação não prevê nenhuma penalidade para os municípios que não cumprem esta obrigação legal, para além de não poderem ter acesso a fundos comunitários destinados à prevenção de incêndios e protecção da floresta”.

A Quercus assinala ainda que, embora a legislação determine que os Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios aprovados e em vigor devem estar disponíveis para todos na página de internet do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), “isto não acontece”.

A Associação Nacional de Conservação da Natureza “considera fundamental, e do mais elementar direito, que estes Planos possam ser consultados por todos os cidadãos interessados, para que possam verificar rapidamente e inequivocamente, se estão a ser feitas as obrigatórias reduções de combustíveis junto a estradas, casas e povoações”.

“Deste modo, os cidadãos poderão alertar atempadamente as autoridades competentes para eventuais situações de incumprimento e ter um papel activo na defesa das suas vidas e dos seus bens”, remata a ONG.

Os municípios de Alijó e do Fundão contestam alerta da Quercus, que aponta para 72 municípios sem Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios.

Em declarações à Renascença, o vice-presidente da Câmara de Alijó, José Paredes, fala em “notícia enganosa” e olha para esta informação da associação ambientalista com estranheza.

 

“Alijó tem aprovado um plano municipal de defesa da floresta contra incêndios. Esses planos são válidos por cinco anos. Foi revisto e actualizado em finais de Dezembro de 2014 e foi remetido ao Instituto da Conservação da Natureza e Florestas um parecer positivo, no dia 30 de Dezembro de 2014. Até à data, suponho porque estavam à espera de uma alteração legislativa ao decreto de lei 124, que dá corpo a este plano, não comunicaram ao município de Alijó nem a sua aprovação nem a sua desaprovação”, explica José Paredes.

A autarquia diz ter recebido informação de aprovação do plano de forma oficiosa e aguarda a informação oficial do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), que tem competência para publicar o plano.

“O assunto está nas mãos do ICNF, que é um organismo do Estado. O ICNF que responda, porque não aprovou ou não comunicou oficiosamente essa decisão ao município. Nós temos um plano de 2009 e um plano revisto e actualizado em 2014, que está para aprovação do ICNF.”

A Renascença levantou já esta e outras questões junto do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas e aguarda uma resposta.

José Paredes, que também é vereador da protecção civil da Câmara de Alijó, sublinha que o plano tem sido colocado em prática e tem sido feito investimento “muito significativo” na prevenção. “O resultado está à vista”, afirma.

O vice-presidente da Câmara do Fundão, Miguel Gavinhos, garante que também esta autarquia tem este e outros planos activos e no terreno.

“O plano de defesa da floresta contra incêndios foi aprovado no dia 12 de Janeiro, numa primeira reunião da comissão de protecção civil, e ratificado numa reunião da mesma comissão a 12 de Abril”, esclarece o autarca.

Também aqui a prevenção dos incêndios tem sido uma prioridade. “O município do Fundão, nestes últimos dois anos, teve um investimento superior a um milhão de euros nestas áreas. Foi um esforço muito grande para o município do Fundão, que se considera exemplar no que toca à prevenção e riscos de incêndio florestal”, afirma Miguel Gavinhos.

 

Voltar para a página de notícias

IDANHA-A-NOVA RECEBE SEXTA EDIÇÃO DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICAS ANTIGAS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-11-15 10:05:09

IDANHA-A-NOVA RECEBE SEXTA EDIÇÃO DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICAS ANTIGAS

O Fora do Lugar - Festival Internacional de Músicas Antigas realiza-se em Idanha-a-Nova, entre os dias 24 de novembro e 09 de dezembro, e apresenta nomes como Pino De Vittorio ou Danças Ocultas. A sexta edição do Fora do Lugar volta a Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, com música, histórias, passeios, desenho, viagens, conversa, troca e aprendizagem. A par da programação principal com Danças Ocultas (Portugal), Musick`s Recreation (Alemanha, Colômbia e Austrália), Scaramuccia (Portugal e Espanha), Erin/Iran (Irlanda, Irão, Catalunha e Hungria), Filipe Raposo e Charlie Chaplin (Portugal e Inglaterra) e Pino De Vittorio (Itália), o festival promove ainda um conjunto alargado de actividades paralelas nas áreas da natureza, desenho, programa educativo, `masterclasses`, `workshops`, gastronomia, entre outros.

Ler mais

NOVOS ORGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE MUNICIPIOS DA COVA DA BEIRA.

Facebook

Escrito por RCM em 2017-11-14 12:48:00

NOVOS ORGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE MUNICIPIOS DA COVA DA BEIRA.

    No passado dia 13 de Novembro, reuniu a Assembleia Intermunicipal da Associação de Municípios da Cova da Beira, onde foram eleitos os novos órgãos sociais para o mandato, com a seguinte constituição:   Mesa da Assembleia Intermunicipal   Presidente: António Luís Beites Soares – Presidente do Município de Penamacor Vice-Presidente: Anselmo Antunes de Sousa – Presidente do Município de Mêda Secretário: Esmeraldo Carvalhinho – Presidente do Município de Manteigas   Conselho Directivo   Presidente: Antonio Dias Rocha – Presidente do Município de Belmonte Vogal: Antonio José Machado – Presidente do Município de Almeida Vogal: Rui Manuel Saraiva Ventura – Presidente do Município de Pinhel Vogal: Paulo José Langrouva – Presidente do Município de Fig. Castelo Rodrigo Vogal: Paulo Alexandra Bernardo Fernandes – Presidente do Município de Fundão

Ler mais

i-DANHA FOOD

Facebook

Escrito por RCM em 2017-10-29 10:17:23

i-DANHA FOOD

O Município de Idanha-a-Nova, o Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento e a Building Global Innovators (BGI), aceleradora do ISCTE-IUL e MIT Portugal, vão patrocinar o evento anual i-Danha Food Lab, que decorrerá de 10 a 12 de Novembro em Idanha-a-Nova, na Escola Superior de Gestão. Este evento marcará o fim do programa de aceleração i-Danha Food Lab 2017, o primeiro acelerador alimentar da Península Ibérica, localizado no coração do mundo rural português: Idanha-a-Nova. Deste modo, acontecerá ao mesmo tempo o International Bootcamp do EIT Climate-KIC que trará a Portugal 63 Clean Tech startups. Após a maior conferência de tecnologia (Web Summit), a decorrer em Portugal entre 6 a 9 de Novembro, a BGI irá reunir neste evento investidores, empresas, startups, empresários, empreendedores e parceiros políticos, e levá-los numa aventura única a decorrer em Idanha. O evento define-se pelo seu carácter pioneiro e diferenciado. Durante estes três dias, poderá assistir e participar em inúmeras sessões relacionadas com AgriTech, FoodTech e CleanTech. O dia 11 será um dia de sessões com especialistas, e já no dia 12 poderá visitar as tecnologias instaladas em Idanha-a-Nova pelas 6 startups do Acelerador i-Danha Food Lab. Todas as viagens entre Lisboa e Idanha-a-Nova são garantidas pela organização de forma gratuita. A iniciativa é promovida pelo Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento e co-financiada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. A organização é da BGI e conta ainda com o apoio do Município de Idanha-a-Nova, Ministério do Ambiente, EIT Climate-KIC e Fundação Ellen MacArthur. O evento estará aberto ao público, deste modo, pode registar-se e encontrar a agenda completa em: https://www.eventbrite.com/e/i-danha-food-lab-annual-event-tickets-37487168129 .  

Ler mais

CONFERÊNCIA SOBRE AGRICULTURA BIOLÓGICA EM IDANHA-A-NOVA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-10-25 11:02:09

CONFERÊNCIA SOBRE AGRICULTURA BIOLÓGICA EM IDANHA-A-NOVA

‘Nova Ruralidade – reviver o Interior de forma biológica’ é o tema da conferência que terá lugar nos dias 27 e 28 de outubro, no Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova. A iniciativa conta com a presença do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas. Tendo por base a agricultura biológica como pilar da economia local, vão participar conferencistas vindos de todo o mundo e reconhecidos pelo seu trabalho na área do desenvolvimento rural e construção sustentável. Este evento é promovido pelo Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento de Idanha-a-Nova e tem como parceiros na organização a Living Seeds – Sementes Vivas, uma empresa de produção de sementes em modo biológico e biodinâmico, o Município de Idanha-a-Nova e o ThinkCamp, uma organização alemã sem fins lucrativos.

Ler mais

HORA DE INVERNO

Facebook

Escrito por RCM em 2017-10-23 10:23:05

HORA DE INVERNO

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2017 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line