Notícias

TRADIÇÕES ANCESTRAIS DA SEMANA SANTA NO CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA

Escrito por RCM em 2012-04-05 13:10:42

TRADIÇÕES ANCESTRAIS DA SEMANA SANTA NO CONCELHO DE  IDANHA-A-NOVA

O afastamento dos centros urbanos, a iliteracia, a implantação cristã e o empenho de leigos e sacerdotes na transmissão da memória explicam que as tradições da Semana Santa no concelho de Idanha-a-Nova sejam provavelmente caso único em Portugal.

O concelho do distrito de Castelo Branco “é de uma riqueza extraordinária nas manifestações de piedade popular que não existem noutras regiões de Portugal”, afirmou António Catana, o autor do livro “Mistérios da Semana Santa em Idanha”, lançado recentemente.

A herança é explicada pelo “isolamento”, o “analfabetismo”, a marca deixada pelos Templários durante século e meio, período em que construíram sete castelos, número sem par noutro concelho do país, e os dois conventos franciscanos erguidos na região contribuíram para a implantação cristã e cuidado na preservação da memória e que as tradições da Semana Maior se mantivessem até hoje, explicou António Catana.

O autor sublinhou que a herança dos ritos e cantos religiosos tem sido preservada por “uma mão cheia de guardiões”, que a sabem transmitir com “amor, devoção e respeito, contagiando cada vez mais os visitantes”.

“Não há outro concelho que tenha nove Misericórdias em funcionamento, as quais dão uma grande alma a estas tradições”, destacou António Catana, acrescentando que os párocos têm sabido respeitar os rituais quaresmais, ao mesmo tempo que se esforçam para que sejam vividos “com cada vez maior vibração interior”.

Este legado cultural e religioso é fonte de atracção: “As aldeias do concelho, como todo o interior, estão bastante abandonadas, mas por altura da Semana Santa as ruas enchem-se de automóveis, o que reflecte bem o grande amor que as pessoas têm por este património cultural e material”.

No prefácio ao livro que inclui as transcrições musicais dos cânticos e fotografias de Hélder Ferreira, o bispo do Porto lembra que as tradições da Semana Santa em Idanha fundam-se na “base ancestral em que toda a humanidade assenta, em torno da terra de cada um, dos laços de sangue e da lembrança dos mortos”.

Os textos demonstram que “sobre essa base cresceu uma autêntica piedade popular, em que tais motivos foram ‘convertidos’ pelo significado último e ultimado que a vida, paixão, morte e ressurreição de Cristo lhes deu”, escreve D. Manuel Clemente.

“Muito mais do que um catálogo de costumes bem guardados”, a investigação de quatro anos nas 17 freguesias do concelho, situado 260 km a nordeste de Lisboa, junto à fronteira com Espanha, traz “sobretudo o lastro duma tradição viva de Páscoa continuada”, salienta o vice-presidente da Conferência Episcopal Portuguesa.

Voltar para a página de notícias

BOOM FESTIVAL EM DESTAQUE NA REVISTA NORTE-AMERICANA ROLLING STONE

Facebook

Escrito por RCM em 2016-07-26 15:21:56

BOOM FESTIVAL EM DESTAQUE NA REVISTA NORTE-AMERICANA ROLLING STONE

O Boom Festival, que se realiza em Idanha-a-Nova, de 11 e 18 de agosto, foi distinguido pela revista norte-americana "Rolling Stone" como um dos "sete mais espectaculares acontecimentos transformacionais do mundo". A informação foi avançada em comunicado pela organização do Boom Festival. No artigo o festival português surge ao lado de eventos internacionais como Burning Man (Nevada, Estados Unidos), Symbiosis Gathering e Lightning in a Bottle (ambos na Califórnia, Estados Unidos), Envision (Costa Rica), Beloved (Oregon, Estados Unidos) e Shambhala Gathering (Canadá). A revista norte-americana realça a internacionalmente premiada política de sustentabilidade do festival e o seu programa artístico, cuja música "é decididamente mais madura" do que a que se ouve em outros festivais.

Ler mais

CASTELO BRANCO: GRUPO DE CIDADÃOS MONOTORIZA RADIAÇÃO NO RIO TEJO

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2016-07-25 15:47:22

CASTELO BRANCO: GRUPO DE CIDADÃOS MONOTORIZA RADIAÇÃO NO RIO TEJO

Um grupo de cidadãos e instituições de Castelo Branco criou o projecto Tejo Seguro, cujo objectivo é disponibilizar informação sobre o nível de radiação na fronteira de Segura, zona do território português mais perto da central nuclear de Almaraz.   "O objectivo do Projecto Tejo Seguro é disponibilizar de forma aberta e independente informação sobre o nível de radiação ionizante medido na fronteira com Espanha, fronteira de Segura, o ponto do território português mais perto da central nuclear de Almaraz", refere, em comunicado enviado hoje à agência Lusa, o grupo promotor do projecto. O projecto Tejo Seguro, que vai ser apresentado na quarta-feira, no Cybercentro de Castelo Branco, envolve docentes do Instituto Politécnico de Castelo Branco, o Centro de Empresas Inovadoras (CEI), o FabLab, a Associação de Informática de Castelo Branco, activistas pelo rio Tejo e o meteorologista Costa Alves, entre outros. "Este projecto não está alinhado com nenhum movimento político, somos independentes e transparentes. Acreditamos no poder dos cidadãos na monitorização e defesa do ambiente", sustentam.

Ler mais

VI CURSOS INTERNACIONAIS DE MÚSICA ANTIGA NO CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA

Facebook

Escrito por RCM em 2016-07-22 14:04:42

VI CURSOS INTERNACIONAIS DE MÚSICA ANTIGA NO CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA

Os VI Cursos Internacionais de Música Antiga começam hoje e vão decorrer até ao próximo dia 30. No que diz respeito a concertos, na terça-feira dia 26, às 22 horas, na Igreja Matriz de Monsanto, vai ter lugar o concerto de professores dos Cursos Internacionais de Música Antiga. No dia 29, à mesma hora, é a vez de Penha Garcia receber esta iniciativa com o concerto de improvisação Cursos Internacionais de Música Antiga. No dia 30 tem lugar na Sé de Idanha-a-Velha o concerto final.

Ler mais

GOVERNO APRESENTA PLANO DE MOBILIDADE PARA O INTERIOR

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2016-07-21 14:02:59

GOVERNO APRESENTA PLANO DE MOBILIDADE PARA O INTERIOR

O Governo apresentou o Plano de Mobilidade para o Interior, que abrange medidas no âmbito ferroviário e rodoviário. Uma das empreitadas, a electrificação da Linha da Beira Baixa, estará pronta em 2018. O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, anunciou que o Governo vai avançar com a intervenção do Corredor Ferroviário Internacional Norte, que abrange as linhas da Beira Alta e Baixa, num investimento de 691 milhões de euros. Pedro Marques falava na Covilhã, distrito de Castelo Branco, onde presidiu à cerimónia de apresentação do Plano de Mobilidade para o Interior, que abrange medidas no âmbito ferroviário e rodoviário. A redução de 15% nas tarifas de portagem nas ex-scut do interior é uma delas. A partir do próximo dia 1 as portagens nas cinco ex-scuts, onde se incluem a A23 e A25, vão beneficiar de descontos entre os 9 e os 20%. O plano prevê a modernização da Linha da Beira Alta e a conclusão da electrificação da Linha da Beira Baixa entre a Covilhã e a Guarda, troço que está desactivado desde 2009.

Ler mais

NÃO SOMOS CONTRA O COMBOIO

Facebook

Escrito por Joaquim Fonseca em 2016-07-19 19:13:29

NÃO SOMOS CONTRA O COMBOIO

O COMBOIO TEM 3 CARRUAGENS...ÀS VEZES SÓ TEM 2...   Nalguns dias não tem passageiros… Então...manda-se parar na Relva os autocarros e obriga-se os turistas a viajar de comboio para a Vila., mediante o pagamento de 2,5 euros, por passageiro !!! Eu não acredito nesta luminosa modalidade…DUVIDO…só vendo, como o apóstolo de pouca fé. ……………………………………… A Aldeia é de todos.  A Aldeia tem de ser igual para todos.  Se não é igual para todos, é porque algo está mal.  Os que a dirigem têm de cumprir com o seu dever e rever a sua postura...penso eu. ……………………………………. Disseram--me, há minutos, que ontem se terá realizado uma REUNIÃO, na junta de freguesia de Monsanto, com a presença do senhor Engenheiro Armindo Jacinto, Muito Ilustre Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, para ESCLARECIMENTOS À POPULAÇÃO sobre as VANTAGENS do comboio turístico, tal como o edil tinha prometido em recentes declarações ao Jornal do Fundão... Eu tenho mesmo muita pena de não ter sabido de tal SESSÃO DE ESCLARECIMENTO !!!  A título pessoal, e como responsável pela Rádio Clube de Monsanto (órgão oficial do concelho raiano, há 31 anos a divulgar este território no mundo...) também gostava de ter assistido para ser, eu próprio, devidamente INFORMADO E PODER INFORMAR A COMUNIDADE - como aliás é nosso dever e OBRIGAÇÃO... Julgo tratar-se, simplesmente, de mais um pequeno ESQUECIMENTO ou mero lapso dos promotores do evento sensibilizador e informativo, para com a Comunicação Social, e para com a generalidade da população monsantina que, (pela parte que nos toca) RELEVAMOS, pois não terá grande impacto nacional e pouco contribuirá para a felicidade e bem-estar dos já tão poucos residentes e RESISTENTES na Aldeia Histórica, ainda proclamada de Mais Portuguesa.  Mas… será que terá havido a tal REUNIÃO???  Ainda estou verdadeiramente INCRÉDULO...

Ler mais

Mais Notícias

Notícias da Região

JORNAL O INTERIOR

A Carregar ...

JORNAL DO FUNDÃO

A Carregar ...

JORNAL A GUARDA

A Carregar ...

© Rádio Clube de Monsanto 2016 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line