Notícias

TRADIÇÕES ANCESTRAIS DA SEMANA SANTA NO CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA

Escrito por RCM em 2012-04-05 13:10:42

TRADIÇÕES ANCESTRAIS DA SEMANA SANTA NO CONCELHO DE  IDANHA-A-NOVA

O afastamento dos centros urbanos, a iliteracia, a implantação cristã e o empenho de leigos e sacerdotes na transmissão da memória explicam que as tradições da Semana Santa no concelho de Idanha-a-Nova sejam provavelmente caso único em Portugal.

O concelho do distrito de Castelo Branco “é de uma riqueza extraordinária nas manifestações de piedade popular que não existem noutras regiões de Portugal”, afirmou António Catana, o autor do livro “Mistérios da Semana Santa em Idanha”, lançado recentemente.

A herança é explicada pelo “isolamento”, o “analfabetismo”, a marca deixada pelos Templários durante século e meio, período em que construíram sete castelos, número sem par noutro concelho do país, e os dois conventos franciscanos erguidos na região contribuíram para a implantação cristã e cuidado na preservação da memória e que as tradições da Semana Maior se mantivessem até hoje, explicou António Catana.

O autor sublinhou que a herança dos ritos e cantos religiosos tem sido preservada por “uma mão cheia de guardiões”, que a sabem transmitir com “amor, devoção e respeito, contagiando cada vez mais os visitantes”.

“Não há outro concelho que tenha nove Misericórdias em funcionamento, as quais dão uma grande alma a estas tradições”, destacou António Catana, acrescentando que os párocos têm sabido respeitar os rituais quaresmais, ao mesmo tempo que se esforçam para que sejam vividos “com cada vez maior vibração interior”.

Este legado cultural e religioso é fonte de atracção: “As aldeias do concelho, como todo o interior, estão bastante abandonadas, mas por altura da Semana Santa as ruas enchem-se de automóveis, o que reflecte bem o grande amor que as pessoas têm por este património cultural e material”.

No prefácio ao livro que inclui as transcrições musicais dos cânticos e fotografias de Hélder Ferreira, o bispo do Porto lembra que as tradições da Semana Santa em Idanha fundam-se na “base ancestral em que toda a humanidade assenta, em torno da terra de cada um, dos laços de sangue e da lembrança dos mortos”.

Os textos demonstram que “sobre essa base cresceu uma autêntica piedade popular, em que tais motivos foram ‘convertidos’ pelo significado último e ultimado que a vida, paixão, morte e ressurreição de Cristo lhes deu”, escreve D. Manuel Clemente.

“Muito mais do que um catálogo de costumes bem guardados”, a investigação de quatro anos nas 17 freguesias do concelho, situado 260 km a nordeste de Lisboa, junto à fronteira com Espanha, traz “sobretudo o lastro duma tradição viva de Páscoa continuada”, salienta o vice-presidente da Conferência Episcopal Portuguesa.

Voltar para a página de notícias

APELO À SENSIBILIDADE DAS AUTORIDADES…para a retirada da “placa do verdete” do Castelo de Monsanto, Monumento Nacional.

Facebook

Escrito por RCM em 2014-07-30 11:28:41

APELO À SENSIBILIDADE DAS AUTORIDADES…para a retirada da “placa do verdete” do Castelo de Monsanto, Monumento Nacional.

Como é do conhecimento público, há já mais de meio século que foi roubado do Castelo de Monsanto o Brasão de Armas. E para tapar o buraco deixado pelos vândalos o IGESPAR decidiu mandar colocar uma “placa de cobre”, que a foto mostra. Uma réplica fiel do brasão foi trabalhada em pedra, por um artesão Monsantino, há mais de um ano e aguarda-se a sua colocação no Castelo de Monsanto. As gentes da Aldeia Mais Portuguesa interrogam-se para quando a substituição da placa que vergonhosamente ostenta apenas e só o verdete da indignação geral?

Ler mais

MAIS UM ANIVERSÁRIO DA RÁDIO ALTITUDE DA GUARDA

Facebook

Escrito por RCM em 2014-07-29 10:11:07

MAIS UM ANIVERSÁRIO DA RÁDIO ALTITUDE DA GUARDA

Parabéns ao Rádio Altitude da Guarda pelos seus 66 anos ao serviço da região e do País.

Ler mais

CASTELO BRANCO: HORTENSE MARTINS LANÇA CANDIDATURA À DISTRITAL DO PS

Facebook

Escrito por RCM/ Lusa em 2014-07-26 14:10:56

CASTELO BRANCO: HORTENSE MARTINS LANÇA CANDIDATURA À DISTRITAL DO PS

A deputada do PS Hortense Martins apresentou esta 6ª-feira à noite a sua candidatura à presidência da Federação Distrital do PS de Castelo Branco, sublinhando que o seu projecto não é pessoal e que quer servir o partido com convicção. "Espero merecer a confiança dos militantes, não porque quero ser presidente da federação, mas porque quero servir com convicção o PS. O meu projecto não é pessoal. Não vejo a política como uma carreira. Sou economista, profissão que interrompi, com espírito de missão, para lutar por aquilo que acredito, pelo desenvolvimento do interior", afirmou Hortense Martins. Hortense Martins adiantou que a sua candidatura à presidência da federação Distrital do PS de Castelo Branco foi impulsionada por Joaquim Morão, actual presidente da Federação Distrital do PS, impossibilitado de se recandidatar por limitação de mandatos. A candidata à Distrital do PS invocou também o desenvolvimento regional.

Ler mais

PENAMACOR E VILA VELHA DE RODÃO NÃO TÊM MÉDICOS DENTISTAS REGISTADOS

Facebook

Escrito por RCM/ Lusa em 2014-07-26 13:58:10

PENAMACOR E VILA VELHA DE RODÃO NÃO TÊM MÉDICOS DENTISTAS REGISTADOS

Há mais de 150 mil pessoas em 30 concelhos portugueses a viverem sem dentista. Os dados oficiais são da Ordem dos Médicos Dentistas, que admite uma distribuição de profissionais “demasiado acumulada nas zonas do litoral”. Os números da Ordem, a que a agência Lusa teve acesso, mostram que em 30 concelhos (10% do total) não há qualquer médico dentista registado, embora o bastonário admita que possa haver profissionais de concelhos limítrofes a dar algumas consultas nesses locais. “São concelhos pequenos relativamente despovoados fundamentalmente do interior do país. São regiões que estão numa desertificação crescente e que têm dificuldade em atrair médicos dentistas e concelhos com uma população muito baixa”, especificou Orlando Monteiro da Silva em declarações à agência Lusa. Penamacor, Vila Velha de Ródão, Gavião, Marvão, Nisa ou Oleiros são alguns dos concelhos sem dentistas registados. Nestes 30 concelhos, a média da população residente é de cerca de 4.800 pessoas, de acordo com os dados da Ordem relativos a 2014.

Ler mais

MAUS TRATOS CONTRA ANIMAIS JÁ SÃO CRIME

Facebook

Escrito por RCM em 2014-07-25 16:03:19

MAUS TRATOS CONTRA ANIMAIS JÁ SÃO CRIME

Só o PCP discordou da criminalização, que impõe a aplicação de penas de prisão. O Parlamento aprovou esta sexta-feira a criminalização dos maus-tratos contra animais, com os votos favoráveis do PSD, PS, PEV, BE e do CDS-PP, bancada que registou dois votos contra e duas abstenções. Os deputados do CDS-PP Abel Baptista e Hélder Amaral votaram contra o novo regime sancionatório e Cecília Meireles e Michael Seufert abstiveram-se, anunciando a entrega de declarações de voto. O PCP também optou pela abstenção por considerar que o problema dos maus tratos a animais deve ter como resposta prioritária "medidas preventivas" e por discordar da "criminalização que impõe a aplicação de penas de prisão", lê-se numa declaração de voto entregue na mesa da Assembleia da República.

Ler mais

Mais Notícias

Notícias da Região

JORNAL O INTERIOR

A Carregar ...

JORNAL DO FUNDÃO

A Carregar ...

JORNAL A GUARDA

A Carregar ...

© Rádio Clube de Monsanto 2014 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line