Notícias

CRÓNICA DE UM REGRESSO A TIMOR-LESTE

Escrito por Palmira Marques, em Dili - Timor-Leste em 2012-04-19 17:58:16

CRÓNICA DE UM REGRESSO A TIMOR-LESTE

“(Co)missão em Timor”ou “Laços Inesquecíveis”

“Na verdade não foram malfadadas

As horas que em Timor foram contadas.

Mesmo esta longa e morna solidão

Estes dias felizes de verdade

horas boas e más, nos ficarão

gravadas para toda a eternidade.”

(in pág,31, “Comissão em Timor” de Joaquim M. Fonseca )

 

Como ficou prometido aos microfones da Rádio Clube de Monsanto, aqui estou a enviar umas palavrinhas em jeito de “cronicando” como diria o meu amigo Mia Couto. Encontro-me pois, a escrever estas primeiras notas, hoje dia 13 de abril, sexta feira, no aeroporto de Singapura, onde cheguei às 16h e vou passar a noite para partir de manhã em direção ao aeroporto Internacional Nicolau Lobato, em Díli. O aeroporto de Singapura é muito bonito, cheio de luz e com pormenores graciosos e delicados como os jardins interiores onde florescem as mais lindas orquídeas ou lagos onde nadam gordos peixes vermelhos. Tem contudo este aeroporto uma particularidade que muito me intriga: o revestimento do piso a alcatifa, tornando este espaço um local silencioso demais para o meu gosto (quem imagina um aeroporto gigantesco com tal silencio?) Mas tem também uma agradável surpresa: para quem chega a Singapura e tenha amigos nesta cidade, pode contatá-los gratuitamente através das cabines telefónicas dispersas pelos 3 terminais do aeroporto.

Vou passar a noite em claro, lendo o livro de Joaquim M. Fonseca “Comissão em Timor” e tal como o título indica, o autor fez a tropa em Timor entre 1969/1971. Fala-nos ele da sua experiência na Ilha onde foi a “Voz de Portugal na Oceânia”, tal como agora é a ”Voz da Região Monsantina” com a diferença de que naquela época a sua voz só se ouvia em Timor e nos arredores e hoje, com a evolução da tecnologia, a Rádio Clube de Monsanto, escuta-se em todo o mundo através da internet. Ao longo das páginas, o autor relata-nos o seu dia a dia e explica situações que aconteceram. Digno de nota é que o autor para além de descrever o que foi acontecendo nesses 24 meses em Timor, traz ao de cima a veia poética de Joaquim M. Fonseca, deixando assim impresso no livro “Comissão em Timor”, poesia linda, sentida e espontânea.

Mais que uma vez ao longo do livro, refere o autor que “este povo (de Timor) gostaria de se manter ligado a Portugal”. Como a edição do livro data de 1976, com todos os acontecimentos que precederam a publicação, o autor viu-se na contingência de ter que incluir páginas dedicadas ao “Timor Leste como a 27ª Província da Indonésia” – ainda que com grande pena dele (e nossa!) – atualizando assim a informação com documentos de jornais da época. Uma obra que  está esgotada que mas terá interesse para os amantes daquele povo “que não permite que ninguém, mesmo inadvertidamente, pise a sombra da Bandeira Portuguesa!”

Bairro de Santa Cruz, Cidade de Díli aos 16 de Abril de 2012

Palmira Marques

 

Voltar para a página de notícias

EXPOSIÇÃO DE PINTURA EM MONSANTO

Facebook

Escrito por RCM em 2016-08-18 17:04:58

EXPOSIÇÃO DE PINTURA EM MONSANTO

Em Monsanto, é inaugurada este sábado às 15 horas, uma exposição de pintura de artistas monsantinos. Raul Mendonça, Andreia Rechena, São Mendes e Zinov Klymko são os autores desta exposição conjunta que vai estar patente no Forno de Monsanto, situado na Rua do Castelo. Três pintores locais e um originário da Ucrânia a residir em Monsanto juntam-se pela primeira vez e mostram as suas obras ao público. Diferentes gerações, diferentes backgrounds e diferentes influências, prometem uma exposição inédita, para ver até 11 de Setembro na aldeia histórica de Monsanto.

Ler mais

COLIGAÇÃO AMBIENTALISTA APELA AO FIM DA CAÇA À ROLA-BRAVA

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2016-08-18 16:58:34

COLIGAÇÃO AMBIENTALISTA APELA AO FIM DA CAÇA À ROLA-BRAVA

A Coligação C6 apelou esta semana ao Ministro da Agricultura e ao Ministro do Ambiente que proíbam, com carácter de urgência, a caça à Rola-brava, de modo a prevenir a sua extinção. “A Rola-brava é uma espécie migradora que está a desaparecer a um ritmo alarmante em Portugal e na Europa. A coligação ambientalista alerta para a gravidade da situação da espécie na Europa estimando-se que a sua população tenha decrescido 73% nos últimos 20 anos. Considera ainda que a irresponsabilidade e insensibilidade demonstradas, nestas matérias, pelos sucessivos governos pode contribuir para a extinção da Rola-brava em Portugal a muito curto prazo. Todos os anos, as associações ambientalistas e algumas organizações do sector cinegético têm alertado publicamente os responsáveis políticos pelo problema premente do risco de extinção da Rola-brava.

Ler mais

BEM HAJA A TODOS OS AMIGOS DA RCM

Facebook

Escrito por Joaquim Fonseca em 2016-08-15 12:11:50

BEM HAJA A TODOS OS AMIGOS DA RCM

BEM-HAJA A TODOS que se associaram, pessoalmente, por telefone ou por outros meios, ao dia de mais um aniversário da Rádio Clube de Monsanto, e nos felicitaram pela passagem dos 31 anos ao serviço da Aldeia Histórica de Monsanto, do concelho de Idanha-a-Nova, da região e do país. Penso que entenderam que tentámos, com esforço e dedicação, cumprir a nossa Missão, o melhor que sabíamos, podíamos, e… nos deixaram… levar a “Carta a Garcia”. Essas gentilezas e generosidades, do lado de inúmeros amigos-ouvintes, entidades oficiais e associações culturais, etc., muito nos sensibilizam e nos estimulam a CONTINUAR EM FRENTE.  

Ler mais

IDANHA-A-NOVA ENTRE OS MUNICIPIOS DO PAÍS COM MENOS JOVENS

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2016-08-12 14:08:07

IDANHA-A-NOVA ENTRE OS MUNICIPIOS DO PAÍS COM MENOS JOVENS

A percentagem de jovens portugueses com idades entre os 15 e os 29 anos baixou seis pontos de 2001 para 2015, fixando-se nos 16 por cento. Os Açores são a região mais jovem do país e Alcoutim no Algarve, o concelho mais envelhecido. No Dia Internacional da Juventude, que hoje se comemora, os números mostram uma diminuição significativa dos mais novos em Portugal, de crianças mas especialmente de jovens. Os dados revelam também que os municípios com menor percentagem de crianças são os de Vila Velha de Rodão (4,8 por cento), seguindo-se Almeida, Oleiros, Alcoutim e Penamacor (neste caso com 6,9 por cento). Quanto a cidadãos entre os 15 e os 20 anos é Alcoutim o que tem menor percentagem, seguindo-se Idanha-a-Nova, Corvo, Pampilhosa da Serra e Sabugal.

Ler mais

IDANHA-A-NOVA: CIENTISTAS ANALISAM RISCO DE INCÊNCIO DURANTE O BOOM FESTIVAL

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2016-08-10 14:14:35

IDANHA-A-NOVA: CIENTISTAS ANALISAM RISCO DE INCÊNCIO DURANTE O BOOM FESTIVAL

Cientistas portugueses vão realizar durante o Boom Festival, que começa esta quinta-feira, em Idanha-a-Nova, testes de campo no âmbito de um projecto de análise ao risco de incêndio em parques de campismo e caravanismo. O investigador da Universidade de Coimbra que coordena o projeto FireCamp2, Miguel Almeida, disse à agência Lusa que as experiências vão decorrer “em todos os dias do Boom Festival”, de 11 a 18 de agosto, com auxílio de um balão equipado com uma câmara de raios infravermelhos. Em julho, cientistas de quatro universidades portuguesas envolvidas na investigação “já tinham realizado ensaios de voo” preliminares no espaço do festival de Idanha-a-Nova quando a zona não estava ainda ocupada.

Ler mais

Mais Notícias

Notícias da Região

JORNAL O INTERIOR

A Carregar ...

JORNAL DO FUNDÃO

A Carregar ...

JORNAL A GUARDA

A Carregar ...

© Rádio Clube de Monsanto 2016 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line