Notícias

CRÓNICA DE UM REGRESSO A TIMOR-LESTE

Escrito por Palmira Marques, em Dili - Timor-Leste em 2012-04-19 17:58:16

CRÓNICA DE UM REGRESSO A TIMOR-LESTE

“(Co)missão em Timor”ou “Laços Inesquecíveis”

“Na verdade não foram malfadadas

As horas que em Timor foram contadas.

Mesmo esta longa e morna solidão

Estes dias felizes de verdade

horas boas e más, nos ficarão

gravadas para toda a eternidade.”

(in pág,31, “Comissão em Timor” de Joaquim M. Fonseca )

 

Como ficou prometido aos microfones da Rádio Clube de Monsanto, aqui estou a enviar umas palavrinhas em jeito de “cronicando” como diria o meu amigo Mia Couto. Encontro-me pois, a escrever estas primeiras notas, hoje dia 13 de abril, sexta feira, no aeroporto de Singapura, onde cheguei às 16h e vou passar a noite para partir de manhã em direção ao aeroporto Internacional Nicolau Lobato, em Díli. O aeroporto de Singapura é muito bonito, cheio de luz e com pormenores graciosos e delicados como os jardins interiores onde florescem as mais lindas orquídeas ou lagos onde nadam gordos peixes vermelhos. Tem contudo este aeroporto uma particularidade que muito me intriga: o revestimento do piso a alcatifa, tornando este espaço um local silencioso demais para o meu gosto (quem imagina um aeroporto gigantesco com tal silencio?) Mas tem também uma agradável surpresa: para quem chega a Singapura e tenha amigos nesta cidade, pode contatá-los gratuitamente através das cabines telefónicas dispersas pelos 3 terminais do aeroporto.

Vou passar a noite em claro, lendo o livro de Joaquim M. Fonseca “Comissão em Timor” e tal como o título indica, o autor fez a tropa em Timor entre 1969/1971. Fala-nos ele da sua experiência na Ilha onde foi a “Voz de Portugal na Oceânia”, tal como agora é a ”Voz da Região Monsantina” com a diferença de que naquela época a sua voz só se ouvia em Timor e nos arredores e hoje, com a evolução da tecnologia, a Rádio Clube de Monsanto, escuta-se em todo o mundo através da internet. Ao longo das páginas, o autor relata-nos o seu dia a dia e explica situações que aconteceram. Digno de nota é que o autor para além de descrever o que foi acontecendo nesses 24 meses em Timor, traz ao de cima a veia poética de Joaquim M. Fonseca, deixando assim impresso no livro “Comissão em Timor”, poesia linda, sentida e espontânea.

Mais que uma vez ao longo do livro, refere o autor que “este povo (de Timor) gostaria de se manter ligado a Portugal”. Como a edição do livro data de 1976, com todos os acontecimentos que precederam a publicação, o autor viu-se na contingência de ter que incluir páginas dedicadas ao “Timor Leste como a 27ª Província da Indonésia” – ainda que com grande pena dele (e nossa!) – atualizando assim a informação com documentos de jornais da época. Uma obra que  está esgotada que mas terá interesse para os amantes daquele povo “que não permite que ninguém, mesmo inadvertidamente, pise a sombra da Bandeira Portuguesa!”

Bairro de Santa Cruz, Cidade de Díli aos 16 de Abril de 2012

Palmira Marques

 

Voltar para a página de notícias

PROENÇA-A-VELHA: EXPOSIÇÃO COMEMORA 250 ANOS DA AMPLIAÇÃO DA IGREJA MATRIZ

Facebook

Escrito por RCM/CMIDN em 2014-08-18 13:42:39

PROENÇA-A-VELHA: EXPOSIÇÃO COMEMORA 250 ANOS DA AMPLIAÇÃO DA IGREJA MATRIZ

Uma exposição fotográfica comemorativa dos 250 anos da ampliação e restauro da Igreja Matriz de Proença-a-Velha foi inaugurada na passada sexta-feira no salão polivalente da freguesia. A mostra "Igreja - a Matriz de Proença" é composta por mais de 50 fotografias de João Adolfo Geraldes que documentam e celebram um dos edifícios mais emblemáticos da freguesia. Na inauguração da exposição, a presidente da Junta de Freguesia de Proença-a-Velha, Helena Silva, descreveu a Igreja Matriz como um "espaço de memória colectiva", palco ao longo dos anos de "inúmeras missas, muitos baptizados, muitos casamentos e alguns funerais". Esta igreja está classificada como Imóvel de Interesse Público e é de invocação a Nossa Senhora da Silva, padroeira de Proença-a-Velha. A sua capela-mor revela traços de uma primitiva igreja românica, que embora de data desconhecida era já referida numa visitação de 1505 da Ordem de Cristo.  

Ler mais

IDANHA-A-NOVA: NATURTEJO CELEBRA ACORDO COM GEOPARQUE CHINÊS

Facebook

Escrito por RCM/ Diário Digital Castelo Branco em 2014-08-18 13:41:16

IDANHA-A-NOVA: NATURTEJO CELEBRA ACORDO COM GEOPARQUE CHINÊS

O Geopark Naturtejo da Meseta Meridional formalizou recentemente um protocolo de cooperação com o Geopark Tianzhushan, na China. A assinatura do acordo teve lugar no salão nobre da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, com a presença de investidores chineses que se encontravam em visita a este concelho. A união dos dois territórios pertencentes à Rede Global de Geoparques, sob os auspícios da UNESCO, tem como objectivo estreitar relações e estabelecer plataformas de intercâmbio e cooperação económica, científica e cultural. Para reforçar estratégias comuns nos domínios da conservação, gestão, promoção turística e desenvolvimento sustentável, o protocolo prevê actividades de cooperação científica, representação conjunta em feiras de turismo e intercâmbios entre investigadores, associações, agentes políticos, comunicação social e tecido empresarial de ambas as regiões.  

Ler mais

IDANHA-A-NOVA: ANIVERSÁRIO DO PARQUE NATURAL DO TEJO INTERNACIONAL COMEMORADO EM SEGURA

Facebook

Escrito por RCM/ Lusa em 2014-08-18 12:20:22

IDANHA-A-NOVA: ANIVERSÁRIO DO PARQUE NATURAL DO TEJO INTERNACIONAL COMEMORADO EM SEGURA

A aldeia de Segura foi o palco escolhido para as comemorações do 14º aniversário do Parque Natural do Tejo Internacional (PNTI).  A efeméride foi assinalada pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) com um “dia aberto” no PNTI e com a inauguração da sinalética desta área protegida, agora concluída nos três concelhos que abrange: Idanha-a-Nova, Vila Velha de Ródão e Castelo Branco.  A iniciativa do ICNF, representado pelo director do Departamento de Conservação da Natureza e Florestas do Centro, Rui Costa Melo, teve o objectivo de valorizar o papel desempenhado pelas áreas classificadas em prol do desenvolvimento regional sustentável.  A par da inauguração dos novos painéis de divulgação e sinalização, o programa das comemorações em Segura incluiu uma visita ao Centro de Interpretação para a Biodiversidade, no antigo Posto da Guarda Fiscal, e uma rota temática de observação de aves com passagem no canhão fluvial do rio Erges.  

Ler mais

IDANHA-A-NOVA: ALTERAÇÕES NA REDE DE TRANSPORTES DO CARTÃO RAIANO

Facebook

Escrito por RCM em 2014-08-18 12:17:14

IDANHA-A-NOVA: ALTERAÇÕES NA REDE DE TRANSPORTES DO CARTÃO RAIANO

O Município de Idanha-a-Nova reestruturou recentemente a rede de transportes concelhia para utentes do Cartão Raiano +65, mantendo todos os circuitos já efectuados, com excepção do circuito de sexta-feira. Segundo a autarquia os circuitos e horários dos autocarros pretendem ir ao encontro das necessidades dos utilizadores deste serviço, após reavaliação dos seus hábitos e desejos de mobilidade. Com a recente aquisição de dois autocarros, a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova passa a assegurar a maior parte dos percursos, conseguindo uma poupança em contratação de transportes externos. O Cartão Raiano +65, dirigido para a população com mais de sessenta e cinco anos, reformados por invalidez e ainda para pessoas com deficiência, aglutina uma série de benefícios. Um deles é o acesso gratuito a uma rede de transportes a nível concelhio, criada especificamente para este propósito.

Ler mais

RÁDIO CLUBE DE MONSANTO O SOM POPULAR HÁ 29 ANOS CONSIGO

Facebook

Escrito por RCM em 2014-08-14 18:41:59

RÁDIO CLUBE DE MONSANTO O SOM POPULAR HÁ 29 ANOS CONSIGO

Fazer Rádio não é tarefa fácil, especialmente em comunidades onde todos se conhecem e onde os órgãos de comunicação social dependem, em maior ou menos grau, dos poderes instituídos, tantas vezes merecedores de reparo. Há até quem calcule os apoios, os louvores e a colaboração com a Rádio em função das referências elogiosas ou críticas. A RCM tem sabido, ao longo destes vinte e nove anos ao serviço do concelho de Idanha-a-Nova e da região, resistir à tentação de se amesendar à conta do orçamento. Tem sido capaz de manter um relativo equilíbrio informativo e dar voz aos vários sectores da vida da região. Tem procurado, com isenção, dar os diferentes “Pontos de Vista” dos cidadãos nos diversos assuntos de interesse público deste “interior profundo e despovoado”. Mesmo que não nos reconheçam, nós existimos. Deixem-nos trabalhar, sem empecilhos. Não queremos nenhuma medalha. “Dar medalhas a toda a gente tira o valor da medalha e tira o valor a quem a recebe”…  

Ler mais

Mais Notícias

Notícias da Região

JORNAL O INTERIOR

A Carregar ...

JORNAL DO FUNDÃO

A Carregar ...

JORNAL A GUARDA

A Carregar ...

© Rádio Clube de Monsanto 2014 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line