Notícias

CRÓNICA DE UM REGRESSO A TIMOR-LESTE

Escrito por Palmira Marques, em Dili - Timor-Leste em 2012-04-19 17:58:16

CRÓNICA DE UM REGRESSO A TIMOR-LESTE

“(Co)missão em Timor”ou “Laços Inesquecíveis”

“Na verdade não foram malfadadas

As horas que em Timor foram contadas.

Mesmo esta longa e morna solidão

Estes dias felizes de verdade

horas boas e más, nos ficarão

gravadas para toda a eternidade.”

(in pág,31, “Comissão em Timor” de Joaquim M. Fonseca )

 

Como ficou prometido aos microfones da Rádio Clube de Monsanto, aqui estou a enviar umas palavrinhas em jeito de “cronicando” como diria o meu amigo Mia Couto. Encontro-me pois, a escrever estas primeiras notas, hoje dia 13 de abril, sexta feira, no aeroporto de Singapura, onde cheguei às 16h e vou passar a noite para partir de manhã em direção ao aeroporto Internacional Nicolau Lobato, em Díli. O aeroporto de Singapura é muito bonito, cheio de luz e com pormenores graciosos e delicados como os jardins interiores onde florescem as mais lindas orquídeas ou lagos onde nadam gordos peixes vermelhos. Tem contudo este aeroporto uma particularidade que muito me intriga: o revestimento do piso a alcatifa, tornando este espaço um local silencioso demais para o meu gosto (quem imagina um aeroporto gigantesco com tal silencio?) Mas tem também uma agradável surpresa: para quem chega a Singapura e tenha amigos nesta cidade, pode contatá-los gratuitamente através das cabines telefónicas dispersas pelos 3 terminais do aeroporto.

Vou passar a noite em claro, lendo o livro de Joaquim M. Fonseca “Comissão em Timor” e tal como o título indica, o autor fez a tropa em Timor entre 1969/1971. Fala-nos ele da sua experiência na Ilha onde foi a “Voz de Portugal na Oceânia”, tal como agora é a ”Voz da Região Monsantina” com a diferença de que naquela época a sua voz só se ouvia em Timor e nos arredores e hoje, com a evolução da tecnologia, a Rádio Clube de Monsanto, escuta-se em todo o mundo através da internet. Ao longo das páginas, o autor relata-nos o seu dia a dia e explica situações que aconteceram. Digno de nota é que o autor para além de descrever o que foi acontecendo nesses 24 meses em Timor, traz ao de cima a veia poética de Joaquim M. Fonseca, deixando assim impresso no livro “Comissão em Timor”, poesia linda, sentida e espontânea.

Mais que uma vez ao longo do livro, refere o autor que “este povo (de Timor) gostaria de se manter ligado a Portugal”. Como a edição do livro data de 1976, com todos os acontecimentos que precederam a publicação, o autor viu-se na contingência de ter que incluir páginas dedicadas ao “Timor Leste como a 27ª Província da Indonésia” – ainda que com grande pena dele (e nossa!) – atualizando assim a informação com documentos de jornais da época. Uma obra que  está esgotada que mas terá interesse para os amantes daquele povo “que não permite que ninguém, mesmo inadvertidamente, pise a sombra da Bandeira Portuguesa!”

Bairro de Santa Cruz, Cidade de Díli aos 16 de Abril de 2012

Palmira Marques

 

Voltar para a página de notícias

INCÊNDIOS: GRUPO DE CIDADÃOS CONVOCA MANIFESTAÇÃO PACÍFICA EM CASTELO BRANCO

Facebook

Escrito por RCM em 2017-10-18 11:29:27

INCÊNDIOS: GRUPO DE CIDADÃOS CONVOCA MANIFESTAÇÃO PACÍFICA EM CASTELO BRANCO

Os incêndios que têm acontecido este ano estão a causar revolta entre a população. Por essa razão, estão marcadas, através da rede social Facebook, várias manifestações para os próximos dias um pouco por todo o país. Os portugueses exigem a melhoria do sistema, para que as tragédias deste ano não se voltem a repetir. Em Castelo Branco um grupo de cidadãos do distrito marcou para o próximo sábado, dia 21, pelas 16 horas, no Campo Mártires da Pátria, uma manifestação pacífica contra a "incompetência e irresponsabilidade com que tem sido tratado pelo Governo Português o flagelo dos incêndios em Portugal". O grupo criado no Facebook pretende deixar claro que não aceita lições de resiliência de gabinete e acrescenta que “os beirões têm uma resistência à adversidade que muitos desconhecem nos salões da capital. Perdemos grande parte da nossa floresta, da floresta que enchia os pulmões do presente e do futuro, que sustentava as nossas gentes. A nossa paisagem é cinza e desolação. Não hesitaremos em construir e plantar de novo, mas o mínimo que nos podem oferecer é a garantia de que a nossa tenacidade será acompanhada por equivalente empenho e honestidade dos poderes públicos na prevenção e no combate aos incêndios."  

Ler mais

17 DE OUTUBRO – DIA INTERNACIONAL PARA A ERRADICAÇÃO DA POBREZA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-10-16 17:37:20

17 DE OUTUBRO – DIA INTERNACIONAL PARA A ERRADICAÇÃO DA POBREZA

É uma obrigação legal na União Europeia e é um compromisso dos estados-membros. Em 2008, a Assembleia da República Portuguesa considerou que a pobreza “conduz à violação dos Direitos Humanos”. Mas, desde então, pouco ou nada mudou. Um combate sempre adiado. Mais de 25% das pessoas que vivem em Portugal estão em risco de pobreza. Os dados são do Instituto Nacional de Estatística (INE) e referem-se a 2016. Esta percentagem tem o rosto de 2 595 000 pessoas. E do total, o Inquérito às Condições de Vida e Rendimento do INE revela que “18,8 por cento (cerca de 487 mil) eram menores de 18 anos e 18 por cento (cerca de 468 mil) eram pessoas com 65 ou mais anos”. As crianças e os idosos são os mais afectados. Um dos principais problemas neste ano foi o aumento das despesas em habitação, que afectou quase 30% dos mais pobres. Quase dez anos depois, Pedro Vaz Patto, o actual Presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz, diz que “essa resolução caiu no esquecimento. A resolução do Parlamento recomendava a definição do limiar de pobreza em função do rendimento nacional e dos padrões de vida correntes e a avaliação periódica das políticas de erradicação da pobreza tendo por base a definição desse limiar”.      

Ler mais

REI VAMBA E CASQUEIRO JUNTOS EM IDANHA-A-VELHA

Facebook

Escrito por em 2017-10-14 10:07:09

REI VAMBA E CASQUEIRO JUNTOS EM IDANHA-A-VELHA

O pão casqueiro, famoso produto da região, é a estrela da festa que tem lugar este fim de semana em Idanha-a-Velha. Terá sido na antiga Egitânia, algures no séc. VII, que nasceu Vamba, rei dos visigodos. O lendário Rei Vamba e o Casqueiro, ícone da gastronomia regional, protagonizam mais um momento do ciclo de eventos oficiais das Aldeias Históricas de Portugal, sobre o tema “Nas Terras do Rei Vamba… Há Casqueiro!”. A iniciativa surge no âmbito do ciclo de eventos promovida pela Aldeias Históricas de Portugal, que tem como intuito identificar uma personagem, uma lenda ou um facto histórico, ligado a cada uma das aldeias, e a partir daí, é construído um programa com a duração, de pelo menos 2 dias. O fim de semana leva às ruas da aldeia uma festa que consagra o produto mais emblemático da zona, o pão casqueiro, entre animações de rua, música, worskhops e bancas de artesanato. A festa que tem como palco as ruínas de uma antiga cidade romana está integrada no 12 Em Rede – Aldeias em Festa, o ciclo de eventos que anima as Aldeias Históricas de Portugal.

Ler mais

IDANHA-A-NOVA RECEBE ESTE FIM DE SEMANA MARATONA BTT TRILHOS DA RAIA

Facebook

Escrito por em 2017-10-14 10:00:43

IDANHA-A-NOVA RECEBE ESTE FIM DE SEMANA MARATONA BTT TRILHOS DA RAIA

Marco Chagas, histórico do ciclismo português, com quatro vitórias na Volta a Portugal, é o padrinho desta Maratona de BTT. O tetra campeão da Volta a Portugal em Bicicleta e actual comentador de ciclismo, Marco Chagas, regressa este domingo a Idanha-a-Nova para participar na 13.ª edição da maratona de BTT Trilhos da Raia. Está é uma prova muito apreciada pelos praticantes da modalidade ciclística fora de estrada. O formato não difere dos anteriores, com uma maratona de 95 km e uma meia de 55 km. As calçadas romanas das localidades emblemáticas do concelho constituem já uma imagem de marca. Os ciclistas começam a pedalar às 9 horas, a partir do Largo do Município. O percurso segue em direcção à barragem Marechal Carmona, Alcafozes, Penha Garcia, aldeias históricas de Monsanto e Idanha-Velha e regresso a Idanha-a-Nova, onde encerra esta festa do BTT. A organização tem o selo de qualidade da ACIN – Associação de Cicloturismo de Idanha-a-Nova, em parceria com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.

Ler mais

ÍNDICE DE ENVELHECIMENTO AUMENTOU EM 95% DOS MUNICÍPIOS ENTRE 2011 E 2016

Facebook

Escrito por LUSA em 2017-10-09 16:04:26

ÍNDICE DE ENVELHECIMENTO AUMENTOU EM 95% DOS MUNICÍPIOS ENTRE 2011 E 2016

O índice de envelhecimento aumentou, entre 2011 e 2016, em 95% dos municípios portugueses e apenas 15 dos 308 concelhos do país registaram um decréscimo, revelam dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), hoje revelados. De acordo com a 5.ª edição do Retrato Territorial de Portugal, publicação bienal do INE, o agravamento do índice de envelhecimento naquele período atingiu, sobretudo, municípios das sub-regiões do Interior Norte (Alto Tâmega, Terras de Trás-os-Montes e Douro) e Centro (Beiras e Serra da Estrela, Beira Baixa e Médio Tejo), com destaque para Almeida (Guarda), Vila de Rei, Oleiros e Penamacor (Castelo Branco) e Castanheira de Pera (Leiria), "que registaram um aumento em mais de 100 idosos por 100 jovens". O INE sustenta ainda que o ano passado o índice de envelhecimento "era mais elevado nos territórios rurais do que nos territórios urbanos, sendo esta assimetria mais acentuada nas sub-regiões Beira Baixa e Terras de Trás-os-Montes".  

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2017 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line